Permissões NTFS. Como, onde e por que utiliza-las! – Parte 2

Fala galera, tudo bem?

Continuando nosso assunto sobre permissões, neste segundo artigo trago uma dúvida bastante recorrente entre os profissionais de TI. Como trabalhar com permissões básicas e avançadas e também com herança de permissões.

Como vimos anteriormente, permissões são a base fundamental para que tenhamos segurança em nossa infraestrutura, mas como tratá-las de uma forma fácil, já que podem a ver complicações quando atribuídas de forma errada.

Permissões trabalham usuários, grupos e computadores os quais você irá realizar atribuições. Guarde bem está palavra ATRIBUIÇÃO, ela será usada diversas vezes neste artigo.

Vamos pensar assim, no Windows as permissões básicas são aquelas que você irá usar com mais frequência. Elas são na verdade um conjunto de permissões pré-configuradas para utilização em tarefas mais comuns.

Para abrir, basta selecionar a unidade, diretório ou arquivo com o botão direito, clicar em Properties e escolher a aba Security. A figura abaixo mostra como são as permissões básicas em um servidor qualquer. (Figura 01).

 

Figura 01

 

Podemos ver que as permissões básicas são listadas na caixa abaixo, no caso são seis. Para modifica-las, basta clicar no botão Edit, é aberta outra janela e marque as opções desejadas. (Figura 02).

 

Figura 02

 

Já as permissões avançadas, são um conjunto de 14 permissões avançadas, nas quais fazem um gerenciamento mais apurado das 6 básicas. Elas deixam sua organização de permissões mais refinada.

Para configurar permissões avançadas, basta clicar no botão Advanced na mesma janela aberta na figura 01. Veja na figura abaixo. (Figura 03).

 

Figura 03

 

Para verificar todas as 14 permissões, clique em um grupo ou usuário, depois em View, uma nova janela abrirá. (Figura 04).

 

Figura 04

 

Veja que no canto direito possui um link chamado Show advanced permissions, clica nele e veja que todas as permissões aparecem. (Figura 05).

 

Figura 05

 

Legal né! E olhe, é possível fazer vários tipos de combinações de permissões. Lembre-se de fazer um planejamento antes de qualquer coisa.

Depois que conhecemos as permissões básicas e avançadas, nosso último assunto será herança de permissões.

São aquelas que se propagam através de um hierarquia. Pense da seguinte forma, no Windows a raiz do sistema é o C:\ certo?! Quando editamos as permissões deste objeto, é bem provável que toda estrutura por baixo do mesmo herde as permissões. Chamamos essa estrutura de pai e filho.

Podemos desabilitar essa herança, veja como é fácil. Com o botão direito, clique em Properties e logo em seguida vá até a aba Security depois em Advanced. Veja que temos um botão chamado Disabled Inheritance. (Figura 06)

 

Figura 06

 

Executando essa ação, será solicitado que façamos uma escolha. Converter as permissões já atribuídas, tornando as explicitas a este objeto ou que removamos todos as permissões herdadas, eliminando todas. A escolha fica ao critério de cada um. (Figura  07)

 

Figura 07

Dica do autor:

Prefira remover todas as permissões e atribuir apenas as necessárias. Assim fica mais fácil o gerenciamento e organização.

Gostou deste artigo? Deixe seu comentário, dúvida, elogio ou sugestão de temas.

Até mais! 🙂

Sobre o Autor

Analista de infraestrutura em tecnologias Microsoft na Unimed Catanduva. Sou MCP (Microsoft Certified Professional). Formado em tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas no Instituto Federal de São Paulo. Amplo conhecimento em tecnologias de virtualização — Hyper-V e VMware — e sistemas de gerenciamento de backup. Apaixonado por heavy metal, principalmente Iron Maiden! \o/