Liberando o Acesso ao WildFly para Todos os IPs

O WildFly é um servidor de aplicações Java da Red Hat que veio para substituir o famoso JBoss AS, ou apenas JBoss para os mais íntimos. É mais rápido, bem construído e contempla a especificação Java EE, para você que quer programar com JSF, injeção de dependências e aquela tralha toda que o Java oferece! 😉

Esta é uma dica rápida para quando você for colocá-lo em produção: liberar o acesso para qualquer IP. O WildFly vem, por padrão, configurado para aceitar apenas requisições locais. Para alterar tal configuração, edite um destes arquivos:

  • <diretório de instalação do WildFly>/standalone/configuration/standalone.xml; ou
  • <diretório de instalação do WildFly>/standalone/configuration/standalone-full.xml

Qual destes arquivos você deve editar? Depende o modo que você está iniciando o seu serviço — se você não sabe, provavelmente é o standalone.xml. Depois, procure as seguintes linhas:

Altere para:

Desta maneira, você liberou as interfaces pública e de gerenciamento para o mundo! Vale lembrar que existem infinitas combinações usando a tag inet-address, que irá lhe conferir mais segurança.

Sobre o Autor

Fundador do blog Eu++. Programador autodidata de várias linguagens de programação, formado em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pelo Instituto Federal de São Paulo. Apaixonado por empreendedorismo e inovação, sonha em melhorar o mundo através da tecnologia e do compartilhamento de informação e conhecimento.