Novidades em armazenamento no Windows Server 2016

Fala galera! Olha eu de novo aqui e hoje para trazer uma novidade junto com o pessoal do grupo MTI (Mixed Technology Influencers). Vamos explorar todas as novidades do recém lançado Windows Server 2016. O tema deste artigo como já diz no título é armazenamento ou storage, termo em inglês.

Pretendo trazer neste artigo uma breve introdução de todas as novidades presentes no Windows Server 2016 e digo, são muitas! Vários outros artigos e vídeos estão feitos sobre os tópicos que serão apresentados aqui. Mas calma! Não precisa se preocupar, ao final você verá que não é um bicho de sete cabeças. Utilizarei os termos em inglês, pelo simples motivo de como são conhecidos os recursos e funções pelos profissionais de TI. Vamos lá?

Storage Spaces Direct

Novidade no Windows Server 2016, o Storage Spaces Direct tem como principal finalidade utilizar servidores com armazenamento local para alta disponibilidade e escalabilidade. Sua arquitetura convergente ou hiper-convergente simplifica radicalmente a aquisição e a implantação, enquanto características como armazenamento em cache, níveis de armazenamento e codificação de apagamento, juntamente com a mais recente inovação de hardware, como RDMA (Remote Direct Memory Access) e NVMe (Non-Volatile Memory Express), proporcionam eficiência e desempenho incomparáveis.

Storage Replica

Storage Replica permite a replicação síncrona entre servidores e clusters de armazenamento a nível de bloco, para recuperação de desastres. A replicação síncrona permite o espelhamento de dados em sites físicos com volumes consistentes para assegurar a perda zero de dados no nível do sistema de arquivos.

Storage Quality of Service

O Storage Quality of Service (QoS) agora trabalha para monitorar de forma centralizada o desempenho de armazenamento de ponta a ponta e criar políticas de gerenciamento usando os clusters do Hyper-V e do CSV (Cluster Shared Volume). O desempenho do armazenamento é reajustado automaticamente para atender às políticas, pois as cargas de trabalho e as cargas de armazenamento variam.

Data Deduplication

Foram realizadas algumas melhorias para suporte a volumes e arquivos maiores no Windows Server 2016, a deduplicação de dados suporta tamanhos de volume até 64 TB e arquivos com até 1 TB são totalmente suportados. Algumas novas opções também foram disponibilizadas, como o suporte ao Nano Server, a backup simplificado e cluster.

Conexões SMB a SYSVOL e NETLOGON

Nas conexões de cliente do Windows 10 e Windows Server 2016 para os Serviços de Domínio Active Directory, os compartilhamentos SYSVOL e NETLOGON padrão em controladores de domínio agora exigem assinatura SMB e autenticação mútua (como Kerberos).

Work Folders

Lá no Windows Server 2012 R2, quando as alterações de arquivo são sincronizadas com o servidor com a função Work Folders, os clientes não são notificados da alteração e aguardam até 10 minutos para obter a atualização. Ao usar o Windows Server 2016, o servidor com a função Work Folders notifica imediatamente os clientes do Windows 10 e as alterações de arquivo são sincronizadas.

Não esqueça de participar do grupo MTI no Facebook, clique aqui! Deixe também seus comentários.

Até mais! 🙂

Sobre o Autor

Analista de infraestrutura em tecnologias Microsoft na Unimed Catanduva. Sou MCP (Microsoft Certified Professional). Formado em tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas no Instituto Federal de São Paulo. Amplo conhecimento em tecnologias de virtualização — Hyper-V e VMware — e sistemas de gerenciamento de backup. Apaixonado por heavy metal, principalmente Iron Maiden! \o/