Novidades no licenciamento do Windows Server 2016

Fala galera! No artigo de hoje trarei uma das novidades do Windows Server 2016, recém lançado durante o Ignite, maior evento da Microsoft realizado entre os dias 26 e 30 de Setembro de 2016 em Atlanta, Estados Unidos.

O licenciamento do Windows Server 2016 mudou em relação ao seu antecessor, o Windows Server 2012 R2 lançado em 2014. Antes o licenciamento era baseado por número de processadores + CAL fazendo que a cada 2 processadores físicos no servidor fosse necessário a compra de mais licenças. Além disso, as famosas CAL de acordo com seu número de usuários.

Já no Windows Server 2016 a forma de licenciamento é feita por núcleos ou cores e não mais por processador. Vamos ao exemplo. Supomos que você tenha um servidor com 1 processador físico e nele tenha 8 núcleos, será necessário a compra de 8 licenças de Windows Server 2016, já que cada licença cobre 2 núcleos. Importante: a Microsoft exije a compra mínima de 8 licenças. As CALs continuam da mesma maneira, se você tem 150 usuários acessando seu servidor de arquivos, você precisará da mesma quantidade de CALs de acesso.

Mas Rodrigo! Essa brincadeira ficará muito cara!!! Terei que comprar 8 licenças?!?! Calma!!! Não é bem assim, segundo a Microsoft o valor de 8 licenças do Windows Server 2016 é o mesmo de que uma licença do Windows Server 2012 R2! Ficou mais tranquilo agora né! Eu sei… também fiquei assustado quando descobri isso…

Bom, 0 pessoal da Info Business fez um guia pra ajudar a gente! Basta clicar no link abaixo:

http://infob.com.br/como-comprar-o-windows-server-2016/

Até mais! 🙂

Sobre o Autor

Analista de infraestrutura em tecnologias Microsoft na Unimed Catanduva. Sou MCP (Microsoft Certified Professional). Formado em tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas no Instituto Federal de São Paulo. Amplo conhecimento em tecnologias de virtualização — Hyper-V e VMware — e sistemas de gerenciamento de backup. Apaixonado por heavy metal, principalmente Iron Maiden! \o/

  • Fabrício Tadeu Rodrigues Ramir

    A conta não bateu, kkkkk

    “1 processador físico e nele tenha 8 núcleos, será necessário a compra de 8 licenças de Windows Server 2016, já que a licença é para cada 2 núcleos.”

    Seriam 4 licenças, certo ?

    • Rodrigo Felipe Betussi

      Fabrício, obrigado pelo feedback. Você me alertou para uma informação que estava faltando no meu artigo. Como poderá ler, a Microsoft exije a compra minima de 8 licenças do Windows Server 2016, mesmo que seu processador tenha 4 núcleos.

  • Pedro Chaves

    Boa tarde Rodrigo, poderia me ajudar em uma questão?

    Tenho aqui um server de 8 núcleos licenciado com o Windows Server 2016 Standard, no caso adquiri 8 licenças para esse server, gostaria de saber quantas maquinas virtuais no Hyper-V eu poderia subir nesse server, pode me ajudar?

    • Rodrigo Felipe Betussi

      Pedro, tudo bem? No seu caso, como seu Windows Server é Standard você tem direito apenas a 2 instâncias de máquinas virtuais utilizando essa licença, caso queria utilizar mais máquinas virtuais, terá que comprar outra licença de Windows Server.

      Já a versão Datacenter não possui limite para criação de máquinas virtuais, mas claro seu valor de compra é um pouco mais salgado… Abraços!

      • Pedro Chaves

        Rodrigo, obrigado pela resposta ajudou pra caramba.
        Abraços!