Implementação de Cotas no Windows Server 2012 R2

Nesse artigo vou ensinar como definir cotas em diretórios na sua empresa. Como nosso objetivo é fazer a implementação de cotas, não vou focar na instalação da função FSRM (File Server Resource Manager), certo? Vamos começar?

Primeiramente, vamos conhecer o snap-in FSRM (Figura 1). A janela principal é dividida em três partes. Na primeira (lado esquerdo), ficam as opções de configuração de cada recurso, relatórios e tarefas. A parte central do snap-in é responsável por detalhar cada recurso. Na última parte (lado direito), ficam algumas ações e atalhos relacionados ao recurso selecionado.

 

imgCotas1

Figura 1

 

Agora que já conhecemos o snap-in principal, vamos conhecer algumas opções essenciais, tais como relatórios por e-mail, limites de notificação, locais de armazenamento dos relatórios e editar parâmetros relacionados ao FRSM.

 

 

imgCotas2

Figura 2

 

 

Clique com o botão direito sobre Gerenciador de Recursos de Servidor de Arquivos (Local) e escolha a opção Configurar Opções… (Figuras 2 e 3).

 

imgCotas3

Figura 3

 

Para criar cotas, primeiro, precisamos definir um diretório de rede. Como exemplo, criarei um diretório na raiz do servidor (C:\Rede) e compartilhá-lo (Figura 4).

 

imgCotas4

Figura 4

 

Com o diretório criado e compartilhado, podemos iniciar as configurações. Vamos começar a definir a cota para nosso diretório. Para isso, expanda a opção Gerenciamento de Cota e clique sobre Cotas. Na janela central, clique com o botão direito e escolha a opção Criar Cota.

 

imgCotas5

Figura 5

 

A janela mostra várias opções que podemos parametrizar. A primeira coisa a ser feita é definir qual diretório será configurado. Clicando no botão Procurar, vamos localizar a pasta que criamos na raiz do servidor (Figura 6). Com o diretório definido, vamos explorar algumas opções. Em Propriedades da Cota, podemos definir se queremos utilizar um modelo pronto ou personalizar. (Figura 7). Como exemplo, vou utilizar um modelo pronto. Clicando na caixa de seleção, escolha 100MB Limit. Escolhendo essa opção será possível apenas utilizar 100MB do diretório que criamos. Logo abaixo, é mostrado um resumo das opções configuradas. Clique no botão Criar para finalizar.

 

imgCotas6

Figura 6

 

Com a cota criada (Figura 8), podemos observar algumas opções.

 

imgCotas7

Figura 7

 

Caminho da Cota Corresponde ao caminho do diretório que definimos a cota;

% Usado – Mostra a porcentagem de uso do diretório sobre a cota;

Limite – Qual é o tamanho disponibilizado para uso no diretório;

Tipo de Cota – Essa opção mostra se a cota será rígida (quando atingir o limite não será possível fazer mais gravação) e flexível (apenas irá monitorar o uso);

Modelo de Origem – Mostra qual modelo está sendo utilizado.

Corresponde ao modelo? – Se a cota utilizada é de algum template pronto;

Descrição – O que essa cota faz (é importante utilizar essa opção para saber o que está sendo feito).

 

imgCotas8

Figura 8

 

Com o botão direito sobre a cota criada, clique em Editar Propriedades da Cota. (Figura 9).

 

imgCotas9

Figura 9

 

Em Propriedades de Cota, podemos editar as opções mostradas na janela principal. A primeira opção mostra qual o modelo de cota correspondente ao diretório. Na aba Configurações, é mostrado o caminho da cota e se queremos colocar uma descrição – lembre-se que é muito importante definirmos isso. Em Limite de espaço, podemos alterar o tamanho da cota. Logo abaixo, podemos selecionar se queremos que essa cota seja rígida ou flexível e, por fim, os tipos de notificação que serão enviados por e-mail.

 

imgCotas10

Figura 10

 

O botão Adicionar mostra mais opções que podemos definir para notificações enviadas por e-mail. A principal opção nessa janela é a porcentagem que será utilizada para a notificação. Vamos conhecer aba por aba.

Email

 

imgCotas11

Figura 11

 

Log de Eventos

 

imgCotas12

Figura 12

 

Comando

 

imgCotas13

Figura 13

 

Relatório

 

imgCotas14

Figura 14

 

Com todas as configurações parametrizadas, podemos clicar no botão OK para finalizar e voltar à janela principal do FSRM.

Por fim, vamos verificar se a cota que definimos está funcionando. Para isso, vou colocar vários arquivos até atingir o tamanho de 100 MB. Veja que, quando o limite é atingido, é mostrada uma mensagem que não há espaço suficiente (Figura 15).

 

imgCotas15

Figura 15

 

Espero que tenha ajudado vocês. Dúvidas ou sugestões, deixe nos comentários. Até mais pessoal!

Sobre o Autor

Analista de infraestrutura em tecnologias Microsoft na Unimed Catanduva. Sou MCP (Microsoft Certified Professional). Formado em tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas no Instituto Federal de São Paulo. Amplo conhecimento em tecnologias de virtualização — Hyper-V e VMware — e sistemas de gerenciamento de backup. Apaixonado por heavy metal, principalmente Iron Maiden! \o/

  • Deyvid

    Muito bom o artigo e bem explicativo (talvez até em excesso kkk). Obrigado!