Quais as cinco características dos melhores analistas de negócios?

Um analista de negócio pode afetar o resultado de um projeto. Que habilidades é preciso ter para se destacar nessa tarefa?

Muitos dos executivos de negócio, gerentes de projetos e desenvolvedores de software que trabalharam com times de desenvolvimento de aplicações podem atestar a importância de um bom analista de negócio.

Em muitos momentos, de fato, um analista de negócio pode afetar (para bem ou mal) o resultado de um projeto. Então, o que fazem os bons analistas de negócio? Aqui estão cinco habilidades críticas e características profissionais que tornam os analistas de negócio realmente valiosos.

 

1. Ter capacidade analítica

Vejo pessoas tentando resolver problemas errados todos os dias, em decorrência da má definição do problema, o que os deixa flutuando em torno de detalhes irrelevantes, ou confiando em em soluções que não tocam o centro da questão. Sim, muitas vezes os problemas podem ser resolvidos de várias maneiras. O analista de negócios não precisa resolver o problema por conta própria, mas deve ter a habilidade de determinar o problema em um projeto e ajudar a descobrir a solução. Dados fornecidos pelos analistas de negócio são fundamentais para o processo de análise do projeto, seus requisitos e a formulação de uma solução junto com o gerente de projeto, o responsável técnico e aqueles que trabalham no projeto. Pense o analista de negócios como sendo essa ponte muito importante entre o gerente de projeto e os técnicos que trabalham efetivamente no projeto.

 

2. Ser bom negociador

Habilidades de negociação são importantes, tanto para o gerente de projeto quanto para o analista de negócio. Muitas vezes, o analista de negócios trabalha diretamente com o cliente, discutindo sobre os requisitos e as questões do projeto. Por isso deve ser habilitado para tomar decisões importantes, negociar os requisitos, marcos e datas do projeto com o cliente, para assegurar que evolua bem, dentro do prazo. Os melhores analistas de negócio são diplomatas corporativos, ótimos negociadores e promotores da paz. Além disso, bons analistas de negócio estão atentos às diferenças de linguagem e de terminologia entre o cliente e a equipe de projeto.

 

3. Ser um tomador de decisão confiável

Como foi dito, muitas vezes o analista de negócios trabalha em estreita colaboração com o cliente e com o líder técnico para ajudar a desenvolver o projeto. Às vezes isso exigirá poderes de tomada de decisão, rápida e precisa, por parte do analista de negócios, com base nas informações que tem.

 

4. Ser tecnicamente qualificado

Os analistas de negócio precisam de uma “personalidade genial” porque geralmente são a “primeira linha” de suporte à implementação e após a implementação. Grandes projetos precisam de gestores, mas também precisam de analistas de negócio capazes de identificar as necessidades dos usuários e traduzi-las para os funcionários de TI encarregados de responder a essas necessidades e concluir projetos dentro do prazo. Um analista de negócios que aporte habilidades técnicas aos projetos já está cinco passos à frente no jogo. Ter conhecimento técnico encurta o processo de planejamento, ajuda a garantir que os melhores requisitos serão capturados, ajuda a garantir que a equipe de tecnologia receberá a informação que necessita e ajuda a garantir que a melhor solução será escolhida.

 

5. Ter facilidade de comunicação

Os melhores analistas de negócios preferem se misturar com a tropa, em vez de se esconderem em cubículos durante os projetos. Eles são, basicamente, adeptos da comunicação. Habilidades de comunicação e colaboração são vitais para que analistas de negócios sejam bem-sucedidos.

 

E quanto a você — o que você considera ser as principais características e habilidades que os grandes analistas de negócios trazem para a mesa quando se trabalha em projetos de TI? Compartilhe seus pensamentos nos comentários.

 

Texto retirado do LinkedIn; fonte a confirmar.

Sobre o Autor